terça-feira, 17 de fevereiro de 2009

Adeus Louie Bellson


(1924-2009)


No último dia 14, o cenário musical perdeu Louie Bellson.

Baterista, compositor, autor e educador, Louie Bellson está presente em todos os círculos musicais. Seja nas escolas, onde os métodos de sua autoria auxiliam estudantes de bateria a lapidarem seu talento; seja nas grandes orquestras, nas quais suas composições integram o repertório, ou até mesmo na sua contribuição em gravações de grandes nomes da música mundial.

Não há como mensurar a importância de Bellson no cenário musical, mas basta nos lembrar do que o compositor e pianista Duke Ellington disse sobre ele para compreendermos que a que ele veio. Nas palavras de Ellington, Bellson é “o maior baterista do mundo”.

Bellson fez parte do Big Three, que incluía outros dois ícones da bateria: Gene Krupa e Buddy Rich. Gravou e tocou como líder, co-lider e/ou músico acompanhante com Duke Ellington, Count Basie, Benny Goodman, Tommy Dorsey, Harry James, Woody Herman, Norman Granz' J.A.T.P., Benny Carter, Sarah Vaughan, Ella Fitzgerald, Oscar Peterson, Art Tatum, Dizzy Gillespie, Gerry Mulligan, Stan Getz, Hank Jones, Zoot Sims, Sonny Stitt, Milt Jackson, Clark Terry, Louie Armstrong, Lionel Hampton, Eddie "Lockjaw" Davis, Shelly Manne, Billy Cobham, James Brown, Sammy Davis, Jr., Tony Bennett, Pearl Bailey, Mel Torme, Joe Williams and Wayne Newton.

É certo que o cenário musical sentirá falta de suas contribuições, assim como os amigos, os companheiros de jornada, os estudantes que o tiveram por mestre, sentirão falta de sua pessoa. Porém, Bellson conseguiu se tornar eterno, através de sua música, e estará sempre presente.

0 comentários: