Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro, 2012

O talento de Élio Camalle

Imagem
Eu conhecia algumas das suas canções, antes de conhecê-lo pessoalmente, na época do lançamento do CD Bicho Preto que, para mim, é um dos melhores discos autorais de um compositor brasileiro. Em minha opinião, Élio Camalle é uma combinação de compositor que sabe muito bem conciliar a sua música com a sua poesia, um instrumentista talentosíssimo, que faz o violão cantar ritmicamente, abusando da dinâmica para criar nuances. Ele também é um grande intérprete, com uma voz que agrada aos ouvintes. Enfim, um artista que vale a pena conhecer. Na sexta passada, dia 10, Élio Camalle se apresentou no espaço DB Cultura e Bem-Estar - www.dbproducoes.com.br , em São Paulo, em um show que definiu como um encontro com os amigos, antes de embarcar para a França, onde fará diversas apresentações. O show - que coube muito bem no perfil intimista que o espaço oferece - foi muito especial, com direito à belíssimas canções, como Pão e Poesia , Cabeça , Receita e Isopor , parceria de Élio com Kléber A

Lucina no espaço DB Cultura & Bem-Estar

Imagem
Engana-se aquele que pensa que a mágica da música acontece somente nos grandes estádios. Na verdade, tenho comigo que depois de passada a curtição de ouvir milhares de pessoas cantarem junto com o artista aquela música, que também você adora que só, que também cantou junto com elas, nada mais agradável do que se imaginar em um show dessa querença musical em um lugar no qual a música chegue sem risco de se atrasar, porque perdeu o caminho, e você enxergue o artista no palco, até mesmo o seu sorriso, ao invés de vê-lo em telões ou tentar resgatar suas feições embaçadas pela distância. Os shows em espaços culturais alternativos, ou teatros para cento e poucas pessoas, são especiais porque permitem a intimidade do olhar com a pessoa que faz aquela música que emociona a gente. E assim tudo fica mais bonito, pode acreditar! Sábado passado, dia 4, tive o prazer de assistir a um show desses em um espaço muito bacana, criado pela minha amiga Drika Bourquim, que é produtora de eventos e fotógr

Olyphant e High Life

Imagem
Timothy Olyphant é da safra de atores que realmente têm talento e sabem muito bem o que fazer com ele, construindo personagens dignos dos ótimos roteiros que, consequentemente, passam a fazer parte da sua rotina de trabalho. Obviamente, não posso deixar de citar o sucesso de Justified , que está na terceira temporada, contando com Olyphant interpretando o protagonista, Raylan Givens. A série conta com ótimas interpretações e um roteiro muito interessante. Porém, Justified é assunto para um próximo post . Apesar de ser fã da série – que conta com um roteiro impecável e tramas que prendem a atenção dos espectadores, e que vão além dos tiros disparados a cada episódio –, não foi através dela que me tornei fã desse ator norte-americano, nascido no Havaí. Olyphant me chamou a atenção, pela primeira vez, em Pegar e Largar (Catch and release/2006), filme no qual o noivo de Gray Wheeler (Jennifer Garner) morre repentinamente. Ela busca apoio, para passar pelo luto, nos três m