Postagens

Mostrando postagens de Abril, 2014

Believe merece que você seja paciente

Imagem
No começo, também pensei que Believe tivesse um toque de Touch (não resisti!), série que durou duas temporadas, que eu adorava, mas Kiefer Sutherland tinha de voltar para 24 Horas . Porém, a sensação de “lembra aquela outra” acaba no fato de serem séries em que crianças extraordinárias têm pais problemáticos e mães falecidas, e fazem parte de projetos secretos que estudam suas habilidades fora do comum. Parece muito, mas não é. Aliás, o mercado, os patrocinadores e o espectador precisam ter mais paciência. Believe é uma série que precisa de tempo para contar sua história. Alguns se desapontaram com a estreia, porém eu, particularmente, fiquei super ansiosa pelo episódio seguinte. Depois de cinco episódios, continuo me sentindo da mesma forma, e cada vez mais envolvida com a série. A diferença se faz na forma de contar a história, assim como no rumo que os personagens tomam. Para mim, Believe  tem uma combinação que me apetece: Alfonso Cuarón (ganhador do Oscar por "

Não tenha medo da música instrumental

Imagem
Conheço pessoas que se negam a escutar música instrumental, porque não aceitam a ideia de música sem letra. Também conheço quem ainda acredita que música instrumental é somente música interpretada por orquestra, e como elas não se interessam pelo segmento, nem ousam escutar o que está por aí. Nos dias de hoje, quando o acesso à informação é muito mais fácil, devido à internet, acredito que as pessoas optam por não saber do que se trata determinado assunto. No final dos anos 80, eu não conhecia música instrumental. Mas então isso mudou, e foi quando me dei conta de que a música era muito mais abrangente do que eu imaginava. Por sorte, ousei escutar música sem letra. Na segunda-feira, dia 7 de abril, a baterista Vera Figueiredo apresentou o seu novo show, Brasileira , no projeto Instrumental Sesc Brasil . Não posso deixar de mencionar que trabalho com ela há vinte e um anos, e não me lembro de ter resenhado um show exclusivamente dela, apesar de ter assistido a muitos deles e