Postagens

Mostrando postagens de Março, 2014

PSI estreia em ótimo tom

Imagem
A mente humana continua a ser o assunto mais sedutor em qualquer cenário. De como transformamos banalidades em alvos de celebração, atestamos ser o amor autor de atos de violência, travamos batalhas que nem são nossas em nome da empatia. Criamos e destruímos. As séries de televisão tem sido uma boa vitrine para personagens que mergulham nas questões que permeiam aqueles que são atraídos pelos mistérios da mente, pelo questionamento constante. Alguns deles se tornam anti-heróis, uns amamos e outros odiamos com o maior amor do mundo. No último domingo, estreou mais uma série que tem a mente como fio-condutor (ou cutucadora) oficial da trama. Criada por e com roteiro do psicanalista Contardo Calligaris, PSI aborda o universo do psicólogo-psiquiatra-psicanalista Carlo Antonini, principalmente o fora do consultório. Carlo é interpretado por Emílio de Mello, que devo dizer, foi uma escolha pra lá de acertada. Durante os dois episódios de estreia, Emílio nos entregou um Carlo