Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2012

De cabeça e ouvidos abertos

Imagem
Música, como em qualquer setor da nossa vida, depende das escolhas que fazemos. Não há problema algum em você optar por ser aquele que aprecia o estilo que for de música. Problema há quando você se atém à exclusividade, fechando os olhos – e os ouvidos – para o que acontece além daquilo que você decidiu ser o seu único gosto cabível na sua percepção musical. Há muitos músicos talentosos por aí, colaborando com compositores inspirados, ou eles mesmos sendo os compositores de suas obras. Não importa mais o instrumento... O instrumentista também pode ter seu próprio trabalho e composto por suas próprias obras musicais. Com a internet, as opções são tantas que melhor nem mesmo se atrever a contabilizar. E com tantas opções disponíveis, a ideia de exclusividade no gosto, que já era um tanto equivocada, torna-se completamente avessa à liberdade de apreciarmos boa música. É por conta dessa liberdade que podemos conhecer alguns músicos excepcionais, como Renato Martins, percus

Eric McCormack se reinventa em Perception

Imagem
Foram 187 episódios em oito temporadas nas quais Debra Missing e Eric McCormack pintaram e bordaram da melhor forma possível, oferecendo uma sitcom de qualidade e humor afiado. Will & Grace foi, e continuará sendo, das melhores. Desvincular-se de Will Truman, o advogado homossexual e suas aventuras com a melhor amiga Grace, uma designer de interiores heterossexual, poderia ser uma aventura das não muito agradáveis, não fosse Eric McCormack um talentoso ator. McCormack, desde o cancelamento de Will & Grace , em 2006, não teve o mesmo destaque que essa série lhe proporcionou, participando de séries como convidado, entre elas Law & Order: Special Victims Unit e The New Adventures of Old Christine , e atuando na série-animação Pound Puppies , entre outros trabalhos. O que realmente faltava a ele era um papel para que pudesse mostrar que não somente de Will Truman vive o talento de Eric McCormack. Perception estreou em julho na tevê americana. Uma produç

A delicadeza de um sonho quase impossível de se realizar

Imagem
Penso que quem escreve as chamadas dos cartazes dos filmes que estão no cinema não os assistem, o que é pra lá de errado. Neste caso, "Uma fantástica e charmosa história" e "A comédia romântica do ano". Se quem escreveu isso assistiu ao filme, bom, a pessoa é ruim mesmo na percepção ou está apenas copiando o que o outro disse. Apesar de a própria sinopse do filme tratá-lo como comédia, eu realmente não consigo concordar com isso. Há romance, há drama, há humor, mas não se trata de uma comédia. Quem for ao cinema não encontrará a comédia prometida. Na verdade, os momentos dedicados à serventia do sentido cômico são os que em nada me agradam. Amor impossível já é um título em português lamentável e não define o filme. O original, em tradução livre, é A pesca do salmão no Iêmen . Ok, trata-se de um título nada sedutor, mas não só de obviedades vive uma obra. Esta é baseada no livro homônimo de Paul Torday. Nesta história, o salmão é tão importante qua